Carolina Bardella

Carolina Bardella

Com seu braço dominante, agarra a realidade Com seu outro braço, sustenta a mortalidade Ilumina o amor no fundo de seu coração Pesa as coisas com a balança que