Discover and save creative ideas
    Explore these ideas and more!

    Intervalando... Como você quer dançar o frevo da sua vida? Libertária Imagem: Vin Zzep

    Rainy Day print by TracyLizotteStudios

    Rosemary Print

    Autumn Cardinal - StrawberryLuna

    Conta demais Um + Um = Um A matemática de cada amor Não é da sua conta... Texto: Libertária Imagem: Kim Young- hun

    Melissa Castrillon

    richard shilling - dock leaf sun circle richardshilling.c...

    Ideias nascem pedindo espaço Na boca lacrada a folha riscada Os olhos vigiam as cartas traçadas A dança na sombra da luz Lusco-fusco Segredos contados em papéis solitários Texto: Libertária Imagem: Adrian Borda

    Para viver a grande arte da vida é preciso transbordar os muros! O medo de não ter limites é uma contradição, pois quando somos ilimitados não sentimos mais medo... Texto: Libertária Pintura : O gênio Pablo Picasso - (Detalhe de Guernica)

    Tenho “diabetes” mental Não consigo lidar com excesso de doçura Sou viciado no fel criativo das desilusões Texto: Dark Blood Imagem: Asaf Hanuka Edição de imagem: Libertária

    Abstinência Não queria sentir Sua falta... Mas sinto. Merda! Texto: Dark Blood Imagem: Alexander Tinei Edição de imagem: Libertária

    elle fanning by Madame Lolina, via Flickr

    girls by ashley g

    Balloon | Flickr - Photo Sharing!

    morning coffee

    F I M Chato é o enfado no ato! Texto: Libertária Imagem: Gregory Calibey

    three girls running abstract by Paul Grand. This reminds me of my three daughters growing up and away. Sad but beautiful.

    ❤Birds of a Feather❤

    K O A N Maria chorou lágrimas de Frida intensas, apaixonadas e contraditórias... Queria ser livre, mas não sabia voar. Como Frida, transbordou todo seu universo ...No ato! da escrita da pintura da criação Para se dissolver ...Fugaz Na insaciável alma artista... Texto: Libertária Imagem: Natalie Baca Studio

    O tempo de aprender é um olho que nasce em cada surpreender... Texto: Libertária Imagem: Mihai Criste

    Madrugadas são minhas companheiras Portais profundos da imaginação Em insights silenciosos Sussurram a morte do dia Texto: Libertária Arte: Takato Yamamoto