• María Estrella García Villar

    La democracia comenzó en Atenas en el siglo V a. C, fue una de las primeras ciudades en establecer la democracia, otras ciudades griegas también establecieron democracias, pero no todas siguieron el modelo ateniense y, desde luego, ninguna fue tan poderosa ni tan estable como la de Atenas.

  • Karen Roland

    Democracy was first thought of in Ancient Greece.

  • mariflor melgarejo

    The ancient Greek democracy was In the year 507 B.C., the Athenian leader Cleisthenes introduced a system of political reforms that he called democracy, or “rule by the people.” This system was comprised of three separate institutions: the ekklesia, a sovereign governing body that wrote laws and dictated foreign policy .This Athenian democracy would survive for only two centuries,

  • Robert

    Funeral Oration of Pericles

More from this board

spinoza - the best

IMANNUEL KANT: CRÍTICA DA RAZÃO PURA.

RENÉ DESCARTES: DISCURSO DO MÉTODO. Trabalhou os quatro pontos do texto: ● Não aceitar nada que não seja evidente; ● Dividir o problema em várias partes possíveis; ● Conduzir o pensamento por ordem crescente do mais simples; ● Fazer numerações. Considerado o pai do Cartesianismo

JÜRGEN HABERMAS: DISCURSO FILOSÓFICO DA MODERNIDADE.O que Walter Benjamin entende por modernidade? Habermas era um modernista, ligado à comunicação, dizia que cada experiência era única e seus estudos eram acordados com a opinião de outros famosos pensadores da época, ele trabalhava com a objetividade. Ele falava do futuro sem esquecer do passado, era um romântico irredutível e desprezava a noção de progresso.

WALTER BENJAMIN: A OBRA DE ARTE NA ERA DE SUA REPRODUTIVIDADE TÉCNICA.O que é aura para Walter Benjamin?À aura para o pensador é um produto da percepção exclusiva do homem, ela esta relacionada aos aspectos do meio, sendo seu momento único e paradoxalmente é algo que se define como distante e ao mesmo tempo esta ao lado, tendo o passado interagindo com o futuro; é uma cumplicidade fiel com o singular, o autêntico, imaginando-se ser o numero um e quanto mais de afasta, menos intenso e brilhante e

No séc. XIX: o positivismo de Comte e o espírito do homem por Hegel falavam das ciências e das técnicas que trabalhavam a perspectiva do progresso técnico fundamental: a criação de pontos problemáticos: X: Hiroshima e Nagasaky formavam essas experiências mesmo sendo questionados pela filosofia a respeito dessas atrocidades e a perda de seus valores, pois as questões governamentais e ditatoriais estavam voltadas para o desenvolvimento e não para as questões humanas:

Protágoras era sofista e dizia que o homem era a medida das coisas, além de ser o único sofista amigo de Sócrates.

Arquimedes daria uma alavancada a partir disso tudo e “levantaria” o mundo acadêmico. A filosofia, psicologia, antropologia e história entrariam futuramente nos estudos acadêmicos.

Maiêutica: era a forma de fazer o parto, o conhecimento já nasceria com a pessoa, a maêutica ajudaria a “parir” o conhecimento, “só pare quem tem um bebê dentro de si” fazendo perguntas e questionamentos, sempre colocando o seu oponente em condições de perceber que ele sabe, mas não tem consciência disso. O retrato que Platão deixou para Sócrates foi o dos questionamentos, do que é o que é tudo isso partindo da premissa de que já se nasce com o conhecimento. Quando Sócrates proclama a célebre fr

Criaram o padrão de educação, do belo e do bom.

Período Socrático ou Antropológico:

A filosofia enquanto palavra significava o amor ao conhecimento e a sabedoria.

Grécia Helênica: foi o período de Alexandre o grande, logo depois dele houve uma tentativa de se exterminar com a cultura grega.

Grécia Clássica: a democracia surge com o apogeu do comércio e do militarismo: → Guerra do Peloponeso, foi a obra mais trabalhada por Sócrates, Platão e Aristóteles.

Grécia Arcaica: Atenas X Esparta (período em que os filósofos mais trabalharam).

Grécia Homérica: Ilíada de Homero: → Ilíada: Guerra de Tróia (se a guerra tivesse sido ganha com a “ajuda” dos deuses, até hoje seríamos influenciados por esse tipo de mito) → Odisséia: A volta de Odisseu para os braços da amada depois de 10 anos afastado dela.

Época Helênica: Aristóteles foi o mentor de Alexandre Magno que era filho de Filipe II, rei da Macedônia, Aristóteles falava que o homem grego não deveria se misturar, Alexandre ignorou o conselho (era tido como um ditador), e saiu para conquistar a Ásia misturando todo tipo de conhecimento (e saques também). Aristóteles foi o primeiro biólogo que colecionava plantas de outros lugares trazidas por Alexandre e pelos soldados das terras longínquas .

Grécia Clássica: Atenas X Esparta

A invenção do Estado pela política (Cidade-estado espartano):foi fundamental para o Estado o ato em si e não o bastante as críticas, era necessário pensar em se fazer algo pelo social. Surgia assim o espaço publico, diferente do mito, a defesa do Estado estava em forjar leis (surgem os sofistas) com a ajuda da filosofia pelo conhecimento teórico dos filósofos para a sociedade, os sofistas ajudaram a dar as respostas de que precisavam

Alfabetização e escrita: o primeiro político foi Platão (viveu o período dos 40 tiranos), o livro A República falava das leis, em como separar uma criança de uma família para preparar-lhes os ensinamentos sobre a verdade filosófica (chamada filósofo rei), eles passariam a gostar de filosofar enquanto vivessem. Platão observou que as pessoas davam importância demasiada as leis fundamentais que as conduziriam ao poder. O filósofo estaria despido de ser qualquer representante (rei, príncipe, monarc

Invenção da moeda: existia uma sistematização, uma estruturação com a moeda, passou a substituir o escambo.

Invenção do calendário: trazia uma nova perspectiva de ver o mundo

Habermas falava da distinção do público e do privado. O Brasil ganhou com o positivismo (não se preocupa com as questões humanas e sim com o progresso) uma nova perspectiva de ver o mundo com a família real se instalando em nossas terras, o país teve um progresso em todas as áreas.

Descartes é considerado o pai da filosofia moderna e das técnicas e ciências criadas e por causa disso, começou a trabalhar o cartesianismo. A ciência em certo momento impôs as suas regras sobre a sociedade que não conseguia acompanhar o desenvolvimento, a ciência sim. Quando a ciência entra em crise, a filosofia intercede e volta a atuar para manter o equilíbrio e desempenhar o seu papel novamente.

Jung dizia que o foi um coletivismo da respostas do povo que fez as pinturas nas cavernas nos vários locais do mundo explicando as suas semelhanças, porém ele indagava como conseguiram se locomover ao mesmo tempo em distancias tão longas?